Get the Flash Player to see this player.
Flash Image Rotator Module by Joomlashack.
Project Life
Project Life
Project Life
Project Life
Project Life

Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Home O Projeto Área de Intervenção

Área de Intervenção do Projeto

 

As ações previstas para o projeto LIFE Ilhéus do Porto Santo decorrerão maioritariamente, tal como o nome do projeto deixa transparecer, ao longo dos mesmos. No entanto, uma série de ações estão igualmente preconizadas para terem lugar na área marinha envolvente, existindo também ações que decorrerão na Ilha do Porto Santo e Ilha da Madeira. Assim sendo, abaixo se apresenta o mapa da área total do projeto.

 

 

Mapa-do-sitio_red

 


Seguidamente passa-se a descrever com maior pormenor cada um dos ilhéus e a biodiversidade neles existente:

 

 

Ilhéu de Cima
I CIMA

O Ilhéu de Cima ou do Farol encontra-se separado da Ilha do Porto Santo pelo Boqueirão de Cima, com uma largura de 450 metros e com o fundo cheio de baixios, permitindo somente a navegação a pequenas embarcações num estreito canal de 4,5 metros de profundidade.
Tem uma área de 32 hectares, apresentando 1200 metros de comprimento e 500 metros de largura. O topo do Ilhéu fica a 121 metros, na base do farol que foi erguido em 1900. É formado por várias camadas de basaltos prismáticos, escórias e cinzas, as quais são o prolongamento das camadas da Ilha, e é o único Ilhéu moderadamente acessível.
Este Ilhéu é parte constituinte de uma IBA (Zona Importante para Aves), sendo conhecida a nidificação de 4 espécies de aves marinhas: Cagarra, Alma-negra, Roque-de-castro e Pintainho. Das aves terrestres nidificantes, é de salientar a presença de Corre-caminhos, do Canário da terra e do Pardal da terra. Outras espécies nidificantes são o Garajau comum, a Gaivota de patas amarelas (cerca de 400 casais) e possivelmente o Garajau rosado.
Ao nível dos gastrópodes terrestres, regista-se a presença de um molusco exclusivo deste ilhéu, Discula turricula, com uma área de distribuição inferior a 50 m2.
O Ilhéu de Cima é igualmente rico a nível da flora, com a presença de 61 taxa, dos quais 15 são endémicos da Macaronésia, e 4 invasoras introduzidas: Agave americana, Coronopus dydimus, Lycopersicon esculentum e Nicotiana glauca. Esta última é uma invasora agressiva que apresenta mecanismos de alelopatia, impedindo o estabelecimento de quaisquer outras espécies na sua área de implantação.

 

Voltar á seleção dos Ilheus

Voltar ao TOPO

 


Ilhéu da Cal ou de Baixo
I CAL SITE_MG_0056O Ilhéu de Baixo, ou da Cal, encontra-se separado da Ilha do Porto Santo pelo Boqueirão de Baixo, o qual apresenta 400 metros de largura, sendo navegável somente por pequenas embarcações num pequeno troço. O Ilhéu apresenta 2700 metros de comprimento e 1000 metros de largura, e uma área total de 139 hectares.
Este Ilhéu desempenhou um papel económico importante, dado que foi neste que se realizou uma das poucas explorações mineiras no Arquipélago da Madeira, a da cal. Devido a essa exploração, as suas encostas encontram-se perfuradas por extensas galerias, existindo ainda no topo antigas construções que serviam de abrigo aos trabalhadores da indústria da cal.
Este Ilhéu é parte constituinte de uma IBA (Zona Importante para Aves), sendo conhecida a nidificação de 4 espécies de aves marinhas: Cagarra, Alma-negra, Roque-de-castro e Pintainho. Das aves terrestres nidificantes, é de salientar a presença de Corre-caminhos, do Canário da terra e do Pardal da terra. Outras espécies nidificantes são o Garajau comum, a Gaivota de patas amarelas (cerca de 1000 casais) e possivelmente o Garajau rosado.
Neste Ilhéu podem igualmente ser encontradas duas espécies de aranhas endémicas do Porto Santo, Hogna biscoitoi  e Hogna schmitzi, além de três espécies de moluscos terrestres endémicos dos Ilhéus do Porto Santo, Leiostyla relevata, Caseolus commixtus e  Leptaxis nivosa calensis. Ocorre ainda, junto ao estrato herbáceo e rochas vulcânicas na zona sul do Ilhéu, numa área restrita de aproximadamente 50m2, a única espécie representante do género endémico Idiomela, Helix subplicata (Idiomela subplicata), exclusiva do Ilhéu de Baixo.
No que diz respeito à flora, estão presentes 55 taxa, sendo o Ilhéu da Cal aquele que apresenta maior número de espécies endémicas da Macaronésia, com um total de 21, ocorrendo uma espécie endémica do Porto Santo, Lotus loweanus e ainda quatro espécies introduzidas, entre as quais a invasora Agave americana. Este Ilhéu é ainda aquele que alberga a maior quantidade de briófitos, com um total de sete espécies.

 

Voltar á seleção dos Ilheus

Voltar ao TOPO

 

Ilhéu de Ferro
I Ferro8O Ilhéu de Ferro apresenta-se sob a silhueta de um triângulo inteiramente rochoso, de arriba alta, terminada por um planalto onde ocorre a sua maior altitude a 115 metros, tendo uma área de 25,8 hectares.
Encontra-se a Oeste da Ilha do Porto Santo, em frente à Ponta da Canaveira, sendo o acesso a terra efetuado apenas quando o mar está em boas condições, por uma enseada a Sudeste, a partir de onde existe uma escadaria até ao farol localizado no ponto mais alto. No seu lado Este localiza-se a Ponta da Chaminé, onde se pode observar um fenómeno natural em que uma furna com respiradouro pulveriza a água do mar quando há forte ondulação, assemelhando-se ao fumo branco de uma chaminé. O “Furna que berra” é outro local interessante deste Ilhéu, no lado Norte, devendo o seu nome aos sons produzidos pela rebentação das ondas do mar.
Constitui, juntamente com os Ilhéus de Baixo e de Cima, uma Zona Importante para as Aves (IBA), sendo conhecida a nidificação de 4 espécies de aves marinhas: Cagarra, Alma-negra, Roque-de-castro e Pintainho. Das aves terrestres nidificantes, é de salientar a presença de Corre-caminhos, do Canário da terra e do Pardal da terra. Outras espécies nidificantes são o Garajau comum, a Gaivota de patas amarelas (cerca de 200 casais) e possivelmente o Garajau rosado.
Apresenta uma fauna bastante rica, com a presença de diversos endemismos, como é o caso das aranhas endémicas do Porto Santo Hogna biscoitoi e Hogna schmitzi, e de uma espécie de molusco terrestre exclusiva deste Ilhéu, Discula calcigena máxima.
Relativamente à flora, estão presentes neste Ilhéu 32 taxa, dos quais 8 endémicas da Macaronésia.

 

Voltar á seleção dos Ilheus

Voltar ao TOPO

 

Ilhéu das Cenouras
I CENOURAS SITEO Ilhéu das Cenouras fica situado a Nordeste da Ilha do Porto Santo, de onde dista cerca de 500 metros da Ponta Branca. Apresenta uma área de 4,8 hectares, com uma orografia acidentada e uma altitude máxima de 109 metros. O acesso a este Ilhéu depende do estado do mar, que quando se apresenta calmo permite o desembarque numas rochas na parte Sul.
Este ilhéu apresenta, na sua flora, um total de 25 taxa, com 8 espécies da Macaronésia, destacando-se a ocorrência de Lotus loweanus, espécie endémica do Porto Santo e a presença da invasora Lycopersicum esculentum.

 

Voltar á seleção dos Ilheus

Voltar ao TOPO

 

 

 

 

Ilhéu de Fora
I FORA SITEO Ilhéu de Fora situa-se a Nordeste da Ilha do Porto Santo, sendo o que fica mais afastado desta. Tem uma área de 5 hectares e uma altitude máxima de 100 metros.
Apesar da sua reduzida área, apresenta duas diversos endemismos, com destaque, ao nível da fauna, para duas espécies endémicas de moluscos terrestres exclusivas dos Ilhéus Discula calcigena gomesiana e Leptaxis wollastoni forensis e, ao nível da flora, para a ocorrência de um total de 13 taxa, 5 deles endémicos da Macaronésia.

 

Voltar á seleção dos Ilheus

Voltar ao TOPO

 

 

 

 

Ilhéu da Fonte da Areia
I Fonte AreiaO Ilhéu da Fonte da Areia situa-se em frente ao Sítio da Fonte com o mesmo nome, estando separado por um canal de mar com 1700 metros de largura. O seu comprimento máximo é de 250 metros, com uma largura de 150 metros. Tem uma área total de 3,1 hectares e uma altitude máxima de 79 metros.
Apresenta interessantes particularidades do ponto de vista geológico, como é exemplo a profusão de rochas com solidificação prismática hexagonal nas suas falésias quase verticais. O desembarque faz-se pelo litoral Este, quando em situações de mar calmo.
Sendo o Ilhéu mais pequeno, é igualmente aquele que possui uma menor diversidade florística, com apenas 7 taxa. Ainda assim, apresenta 4 espécies endémicas da Macaronésia, apresentando igualmente, a nível da fauna, uma espécie de molusco terrestre endémico dos IPS, no caso Discula calcigena barbozae.

 

Voltar á seleção dos Ilheus

Voltar ao TOPO

Actualizado em (Segunda, 15 Fevereiro 2016 11:37)

 
Projetos LIFE SPNM
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Notícias
Parceiros
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Subscreva a newsletter
Contador de Visitas
357916
Site Actualizado em :Terça 24 Maio 2016, 13:51